Marketing digital, inbound, marketing boca a boca, endomarketing… São muitos os estudos que formataram a profissão na área do Marketing ao longo dos anos, muito acompanhada pelos desdobramentos da publicidade, das vendas – aqui se chama a atenção a como marketing e vendas se complementam – e da evolução das diversas tecnologias. Hoje vamos conhecer um pouco mais sobre a história do marketing digital. Vem com a gente!

No dia 8 de maio, homenageamos todos os profissionais que se dedicam ao trabalho de análise, estratégia, criação e desenvolvimento de ideias pautadas em inovação, para impulsionar seus clientes, sejam eles grandes corporações ou pequenos empreendimentos: os profissionais de Marketing.
“Marketing é a atividade humana dirigida para a satisfação das necessidades e desejos, através dos processos de troca.” (Philip Kotler)
Por isso, separamos esta matéria para resgatar alguns marcos que foram extremamente importantes para estruturar o campo atual de conhecimento do Marketing Digital.
Por incrível que pareça, segundo dados apurados pela McKinsey, 80% das empresas ainda estão na fase inicial de utilização do marketing digital, e apenas 1% se encontra na liderança digital. Isso nos mostra que esse campo de atuação tem muito que crescer. É hora de arregaçar as mangas e sempre buscar se especializar.

Quando o marketing foi criado

Por estar em constante renovação, o marketing deixa a impressão de que é uma ciência nova, criada há pouco tempo. Mas, será que essa área do conhecimento é tão nova assim?
Neste texto, saltaremos direto para o século XV em diante, mas é importante ressaltar que já existiam formas de fazer marketing na Antiguidade Clássica, com os “pregoeiros”, por exemplo.
Pois bem, como vemos exaustivamente nos cursos de graduação, a prensa de Gutenberg, criada em meados do século XV, foi uma grande impulsionadora da comunicação para uma grande quantidade de pessoas. De repente, a produção de textos ficou muito mais rápida, atendendo a uma grande massa. Ao mesmo tempo, houve uma expansão marítima absurda com as grandes navegações, estreitando ainda mais a distância entre as pessoas.
É difícil imaginar vida sem internet, não é mesmo? Mas foi assim que tudo começou!
Dessa forma, os primeiros anúncios impressos começaram a circular pelas sociedades ocidentais, tornando-se a primeira semente das técnicas utilizadas pelo marketing. A partir de então, sofreram diversas modificações no tempo, que foram provocadas por períodos históricos marcantes, como, por exemplo, a Revolução Industrial e o avanço das tecnologias digitais. Esse é o ponto que nos interessa aqui!

Um salto na história: marketing e as tecnologias da era digital

Abordaremos agora alguns tópicos importantes da nova era do marketing:
• Início dos buscadores e o SEO.
• Mudança nos hábitos dos consumidores.
• Outbound e inbound.
• Experiência dos clientes.
Marketing Digital é, sem sombra de dúvidas, uma das principais vertentes do marketing hoje em dia, isso porque as tecnologias evoluíram de tal modo que é impensável falar com seu público-alvo sem, pelo menos, esbarrar nos meios digitais.
Nos anos 1990, as sementes da internet começaram a germinar, e foram surgindo blogs, e-mails, mecanismos de busca e algumas redes sociais.

E por que Marketing Digital?

Porque foi necessário acompanhar um mundo conectado, globalizado, que suscitou em novos jeitos de fazer marketing. Novas técnicas, novas ferramentas, novas teorias, inclusive com a reinvenção e a ressignificação das já existentes.
Os passos iniciais do Marketing Digital foram ao redor das primeiras técnicas de SEO, com a produção de conteúdo – aí o início do Marketing de Conteúdo – para páginas da web e, também, os investimentos em links patrocinados.
Nesse período, o marketing iniciou uma validação com um modelo chamado outbound para a venda de produtos. Depois, com o passar do tempo, um novo modelo entrou em cena: o famoso inbound marketing, acompanhando a mudança no comportamento dos consumidores.
Com a multiplicação dos pontos de vista – aqui emprestamos um conceito de Gianni Vattimo –, as necessidades de cada grupo de pessoas, bem como as reivindicações e as ligações desses grupos com determinadas causas introduziram no marketing a tendência de a empresa buscar entender seus públicos, aproximar-se e relacionar-se com eles, para, assim, posicionar-se e garantir vantagens competitivas de mercado.
A dupla dinâmica e infalível do marketing nos tempos atuais é o Marketing Digital aliado às estratégias de Experiência do Cliente. Porém, manter um relacionamento de mão dupla entre empresa e cliente não é tarefa fácil e necessita de muita dedicação e estudo.
Desse modo, cada vez mais, há a necessidade de investir numa especialização e, assim, estar a par das constantes renovações que ocorrem na área. Somente com a atualização dos conhecimentos é possível estar por dentro das novidades e, com isso, poder refletir sobre elas e definir qual é a mais conveniente para cada contexto de negócio.
“Ou seja, o Marketing continua sendo Marketing, que na minha visão sempre foi ‘entender para atender o cliente’, pois se não compreendermos suas reais necessidades não conseguiremos atendê-las, seja no mundo online ou offline, por isso essas duas áreas andam tão conectadas, e por isso também tenho a grande honra de coordenar um MBA moderno e conectado com a atualidade como esses, de marketing digital e de CX da Faculdade Phorte!!”, comenta Sandra Turchi professora e coordenadora dos cursos de MBA da Pós Phorte.